F1 – Mercedes usa psicólogos e médicos para se manter na frente

Mercedes

A Mercedes tem sido dominante na Fórmula 1 nos últimos 5 anos, mas mesmo assim eles ainda se esforçam para ser melhores e contrataram psicólogos e equipe médica para manter a escuderia no topo.

Com a competição constantemente se aproximando, a equipe alemã está descobrindo novas maneiras de se manter na frente e revelou que não é uma questão de motivação, mas sim mais física.

“Não acho que a complacência tenha sido um fator em nossa equipe, porque o grupo está muito motivado e definimos objetivos juntos pelos quais somos apaixonados”, explicou Toto Wolff. “É mais sobre como você pode manter esses níveis de energia”.

“Às vezes, um nível de energia pode tornar-se prejudicial e essa é uma área em que estamos nos esforçando muito para que possamos nos manter continuamente nesses níveis”, disse o chefe da Mercedes, que também sentiu que era vital que todos fossem incluídos, desde a equipe da fábrica até os engenheiros que trabalham nas corridas.

“Em uma organização moderna e avançada, como uma equipe esportiva que viaja a 21 GPs todos os anos, você precisa estar ciente de que os humanos são o seu principal recurso”, comentou ele.

“Não é sobre aquele que fala (para a mídia) e fala com o carro, ou aquele que fica no carro. São os 1800 que se sentam ao fundo e têm que executar todos os dias e têm que ser melhores que o número oposto na outra equipe. Temos que cuidar deles e de nós”, concluiu Wolff.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.