F1 – Mercedes teve sucesso ao trabalhar imediatamente com o motor

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014 às 14:51

Mercedes

A curiosidade do ser humano facilita a evolução e a melhor maneira de resolver suas dúvidas é fazendo perguntas. Esta coisa tão óbvia passou longe das grandes equipes da F1 com exceção da Mercedes, como reconheceu um dirigente da equipe à Auto Motor und Sport.

Quando foi combinada a mudança das regras para 2014, onde substituíam os motores V8 2.4 pelos V6 turbo 1.6, segundo uma fonte anônima da equipe, “a Mercedes perguntou a FIA detalhes das novas normas que não foram feitas por ninguém e passaram a trabalhar sobre isto”.

Depois de receber detalhes das novas regras, os engenheiros puseram em prática suas ideias já no início de 2013. Segundo o site espanhol As, a equipe de Brackley trabalhou na forma como integravam o motor ao carro e na separação entre a turbina e o compressor, coisas que não se fazem da noite para o dia.

“Na Mercedes”, relata o site, “viram nas novas normas uma oportunidade e ficaram surpresos de outras equipes não seguirem o mesmo caminho”.

O resultado não poderia ser mais explosivo, já que dominaram o campeonato de maneira ditatorial com 16 vitórias, 18 poles, 31 pódios, 12 voltas mais rápidas e lideraram 978 da 1.134 voltas feitas nos 19 grandes prêmios. Poderio alemão que lhes deu o primeiro título de sua história no campeonato de construtores e voltaram à trilha do triunfo no campeonato de pilotos desde Fangio em 1955.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.