F1 – Mercedes não se preocupa com o motor de Hamilton

terça-feira, 2 de outubro de 2018 às 12:26

Lewis Hamilton

O diretor de engenharia da Mercedes, Andrew Shovlin, descartou temores em torno da atual unidade de potência de Lewis Hamilton, depois de sofrer problemas com falhas durante o GP da Rússia.

Hamilton reclamou no rádio de sua equipe sobre a entrega inconsistente de potência de seu motor Mercedes em Sochi, que a equipe monitorou rigidamente durante toda a corrida russa.

O britânico completou a prova de Sochi sem problemas, tendo permissão para passar Valtteri Bottas para obter a vitória após ordens de equipe, e a Mercedes realizou uma análise mecânica completa de seu motor, que destacou um problema de mapeamento.

“Isso não é realmente uma preocupação”, disse Shovlin no vídeo Pure Pitwall da Mercedes após o GP da Rússia. “Coisas como essa normalmente se resumem a pequenos problemas com o mapeamento do motor”.

“Certamente não há preocupação com o hardware ou se haverá algum problema no futuro. Mas é uma área que vamos ver em Suzuka na próxima semana”.

“Nós apenas vamos nos certificar de que vamos chegar ao topo e podemos dar a ele uma boa e suave entrega de potência”.

Antes do GP da Rússia, Hamilton já tinha usado o número máximo de elementos da unidade de potência permitida e, se isso exigisse novas peças, incorreria em uma penalidade de grid para a próxima corrida.

As equipes de F1 e pilotos podem reverter para os elementos da unidade de potência anterior, já utilizados durante a temporada, para evitar penalidades de grid, mas correm o risco ao usar peças mais antigas.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP do Japão de Formula 1 no próximo domingo!

[the_ad id=”237860″]

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.