F1 – Mercedes não quer aceitar o papel de favorita

Mattia Binotto e Toto Wolff

Dentro de um mês e meio a temporada de Fórmula 1 começará provavelmente com o GP da Áustria. A grande questão é saber quem será a favorita para o título mundial em 2020. Toto Wolff não ousa responder a essa pergunta e afirma que a Red Bull Racing e a Ferrari (tal como a Mercedes) também estão em boa forma.

“Nunca nos vimos como favoritos em todos estes anos”, disse Wolff à RTL. Em conversa com a mídia alemã, o austríaco sublinha mais uma vez que a Mercedes não pressiona deliberadamente as outras equipes e quer rastejar para o papel de “azarã”.

“Sei que muita gente vai agora dizer ‘olha, lá vai ele outra vez, eles querem se manter pequenos outra vez’. Mas esta é realmente a nossa mentalidade”, comentou o chefe da Mercedes.

Wolff é da opinião de que foi essa mentalidade que garantiu os muitos êxitos dos últimos anos. “A nossa mentalidade é de que nunca fomos suficientemente bons. Isso nos ajuda a trazer inovações ao carro e a melhorar rapidamente o desempenho”, afirmou o chefe de equipe de 48 anos, que conquistou o título mundial com a Mercedes ao longo dos últimos seis anos.

Na Red Bull estão convencidos de que este ano podem desafiar a Mercedes mais do que nunca. A Ferrari, por outro lado, teve uma pré-temporada difícil e teme que fique muito atrás das suas duas rivais.

Wolff não quer tirar quaisquer conclusões após os testes de fevereiro. “Bem, quem é a favorita?”, pergunta-se a si próprio em voz alta. “Com base nos últimos anos, pertencemos a um grupo de favoritos, isso é óbvio. Mas o mesmo é certamente verdade para a Ferrari e a Red Bull”.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.