F1 – Mercedes diz que os problemas recentes são falhas “anômalas”

terça-feira, 13 de outubro de 2015 às 13:07

Mercedes

Os chefes da Mercedes minimizaram os recentes problemas de confiabilidade como circunstâncias ‘anômalas’, ao invés de ser um sinal que os padrões da equipe estavam decaindo.

A falha do acelerador de Nico Rosberg no GP da Rússia, que o colocou fora da prova, foi o terceiro abandono da equipe causado por problemas mecânicos em quatro corridas.

Em Monza, Rosberg abandonou perto do final com um motor estourado, enquanto em Cingapura, Lewis Hamilton abandonou depois que uma braçadeira solta causou problemas no turbo.

Mas, apesar de prometer investigações nos motivos da queda de confiabilidade, Toto Wolff e Paddy Lowe insistem em que a situação se deve mais ao azar do que qualquer outra coisa.

“Eu acho que foi aleatório”, disse Lowe. “Não sei a história exata do projeto do amortecedor do acelerador, por exemplo, mas não é algo que nós mudamos todo o ano, ou até mesmo por vários anos”.

Wolff acrescentou: “Eu não estaria muito preocupado porque a confiabilidade mecânica recentemente não tem sido boa. A falha que tivemos (na Rússia) foi apenas uma falha anômala”.

“Mas, definitivamente, se você forçar os limites do desempenho do carro, irá descobrir onde estão esses limites”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.