F1 – Mercedes diz que a Red Bull ainda é o ponto de referência

sábado, 29 de março de 2014 às 16:32

Red Bull RB10

A equipe Mercedes diz que está em alerta máximo sobre a ameaça da Red Bull após outro forte desempenho na Malásia.

Embora a Red Bull tenha começado o ano se preparando para uma temporada difícil, ela garantiu sua segunda posição consecutiva na primeira fila neste sábado.

E este desempenho deixou figuras importantes da Mercedes sem dúvidas de que precisam tirar o máximo de qualquer vantagem que tenham no momento, porque a temporada pode ficar mais difícil.

Nico Rosberg deixou claro que a forma da Red Bull agora não era um sinal de alerta, porque ele acredita que sua rival sempre permaneceu como ponto de referência da F1.

“Eles não precisam dar sinais de alerta – nós já estávamos esperando”, disse o alemão. “Eles ainda são o ponto de referência absoluto no esporte e estão forçando como loucos. Nós esperávamos que eles diminuíssem a diferença”

O chefe esportivo da Mercedes Toto Wolff considera que o ritmo de recuperação da Red Bull nas últimas semanas demonstra que sua equipe tem de manter um esforço de desenvolvimento agressivo.

“Nós rapidamente esquecemos que a Red Bull foi a referência nos últimos quatro anos, então me sinto realmente muito honrado de estar nesta situação com a nossa equipe e em ser o ponto de referência no momento”, disse ele. “Mas não devemos ter ilusões”.

“Esses caras ganharam quatro campeonatos mundiais no passado. Vimos isso no molhado hoje e só precisamos ter humildade e manter os pés no chão. Precisamos continuar a forçar e manter a curva de desenvolvimento acelerada para não ser ultrapassado”.

Lewis Hamilton acredita que a Red Bull está atualmente em uma posição melhor para progredir, assim a vida na Mercedes para permanecer à frente ficaria mais difícil.

“Acho que o nome do jogo é continuar mantendo a pressão, continuar forçando, e continuar a desenvolver”, disse ele. “Isso é o que temos que fazer. Eu acredito que nós podemos fazer isso – pelo menos na mesma proporção como qualquer outra pessoa. Mas na vida, é sempre mais fácil perseguir do que ficar na frente”.

“Quando você está pilotando, é sempre mais fácil estar perseguindo alguém do que estar na frente e eu suponho que é o mesmo para a maioria das coisas. Eu não tenho dúvidas de que outras pessoas vão estar forçando muito, muito duro para diminuir a diferença, mas vamos estar forçando também duramente para aumentá-la”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.