F1 – Mercedes: “Ainda estamos aprendendo a lidar com Hamilton”.

Lewis Hamilton

Conteúdo patrocinado por: selopatrocinio

A Mercedes admitiu que ainda está aprendendo a tirar o máximo de Lewis Hamilton, depois de algumas conversas mais duras durante o Grande Prêmio dos Estados Unidos.

Hamilton foi pego reclamando da equipe durante a corrida, falando que estava recebendo informações demais e que estava tentando se concentrar na sua pilotagem. Um pouco depois, entretanto, o inglês reclamou mais uma vez por não estar recebendo informações importantes.

“Cara, você precisa me passar mais informações sobre meus pneus e as temperaturas. Quando deve forçar mais ou menos,” reclamou Hamilton.

Apesar das mensagens contraditórias, Ross Brawn, chefe da Mercedes, acredita que tudo isso faz parte de um processo de aprendizagem, que todos os pilotos e equipes da F1 enfrentam.

“Você precisa saber que acontece muita coisa ao mesmo tempo, muitas batalhas e opiniões,” falou Brawn. “Lewis estava tentando preservar os pneus e manter a distância para os rivais, para que não fosse atacado pelos que estavam atrás. Ele fez um ótimo trabalho. Estávamos tentando ajudá-lo fornecendo informações que pensávamos que poderiam ser úteis, mas às vezes exageramos. Não vejo nada de grave.”

Quando perguntado se estava preocupado com a contradição das reclamações de Hamilton, Brawn respondeu: “Não, não acho que isso seja um problema. Você precisa reconhecer o fato de que cada piloto tem uma maneira diferente de operar.”

“Você precisa aprender a calibrar e perceber onde pode melhorar. Não acho que o problema venha dele ou de nós. Continuaremos a lhe passar as informações que julgamos importantes. Não há nenhum problema no relacionamento. Precisamos apenas nos acostumar um com o outro,” completou Brawn.

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.