F1 – Mercedes admite que os motores de 2015 tem som mais alto

Mercedes W06

Os chefes da Mercedes admitiram que a F1 inesperadamente aumentou o volume para 2015.

No ano passado, como as ‘unidades de potência’ com turbo substituíram os gritantes motores normalmente aspirados do passado, a maior controvérsia foi a perda de volume.

Mas observadores na pista no primeiro teste desta semana concordam unanimemente que os novos carros definitivamente se tornaram mais altos durante o inverno.

“Nós conversamos sobre isso no pitwall”, disse Andy Cowell, chefe de motores da Mercedes.

“Nós não avaliamos devidamente se os motores estão realmente muito mais altos, já que só nos concentramos em torná-los mais rápidos. Talvez seja porque não os ouvimos por alguns meses, e talvez seja por causa das arquibancadas de Jerez, mas para ser honesto, eles soam mais altos”.

Em declarações ao site Omnicorse, o projetista Aldo Costa da Mercedes concorda.

“Um ano atrás eu poderia ficar nos boxes sem a proteção de ouvido, mas agora estou cobrindo meus ouvidos novamente”.

“É claro que não tem nenhuma comparação com os V8 naturalmente aspirados, mas o som dos novos turbos está pelo menos tão bom quanto o da primeira geração turbo na F1”, acrescentou.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.