F1 – “Medo” não explica o declínio de Massa, diz Kubica

Robert Kubica

Robert Kubica, cuja carreira na Fórmula 1 foi encerrada por graves ferimentos há quase três anos, não acredita que o “medo” provocou o declínio de Felipe Massa.

“É um assunto complexo”, declarou Kubica ao jornal italiano La Repubblica. “Mas estou disposto a apostar que o medo não teve nada a ver com os problemas de Massa. E tenho certeza que ele confirmaria isso também. Quando você entra no carro, fica tão concentrado que não há margem para medo. Há fatores muito maiores que podem afetar a performance”.

Quando lhe perguntaram quais poderiam ser esses fatores, Kubica respondeu: “A falta de sorte de ter um canibal como companheiro de equipe”.

De fato, Kubica parece estar entre aqueles que ainda consideram Fernando Alonso, companheiro de Massa na Ferrari nos últimos quatro anos, melhor do que Sebastian Vettel.

“Como piloto, eu não deveria responder essa pergunta. Creio que Vettel está em um estado de graça. Quando você tem uma equipe e uma situação tão competitivas, isso lhe dá uma confiança inacreditável. Naquela situação, qualquer piloto nos dez primeiros da Fórmula 1 seria invencível”.

“Em contraste, na situação como a de Alonso, onde você está sempre se esforçando muito para vencer, é uma luta constante, e o mesmo vale para a equipe, sempre tentando coisas extraordinárias, porque o ordinário não é suficiente. Vettel está em um túnel que leva diretamente à vitória, enquanto Alonso está em um labirinto onde você tenta encontrar o caminho a cada curva”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.