F1 – McLaren: Muito tarde para o terceiro carro em 2015

quinta-feira, 25 de setembro de 2014 às 13:25

McLaren

Eric Boullier acha que já é tarde demais para equipes de F1 entrarem com o terceiro carro em 2015, mesmo se isto for obrigatório.

Bernie Ecclestone quer que as equipes considerem correr com um carro extra em 2015, mesmo se todas as equipes atuais sobreviverem.

Algumas equipes já têm argumentado que seria ruim para o esporte, e Boullier disse na quinta-feira que também existem obstáculos práticos.

Ele sugere que as equipes irão precisar de pelo menos um aviso prévio de seis meses para se aprontarem, o que significa que, se lhes for dada a luz verde agora, já seria tarde demais para a primeira corrida na Austrália em 15 de março.

Falando sobre o tempo necessário para ter um carro extra, ele disse: “Eu acho que o piloto é o mais fácil de ter a bordo. Em relação ao chassi para o terceiro carro, a logística e as pessoas ao redor, vamos precisar de um aviso prévio de pelo menos seis meses”.

Apesar da posição de Ecclestone, a maioria das equipes concorda que o terceiro carro só deve ser implantado para resolver uma crise de inscrições, não como uma ideia para melhorar o esporte.

Toto Wolff da Mercedes sugeriu que o custo de um terceiro carro pode ser tão alto quanto 25 milhões de libras por ano.

Ele também avalia que haveria muitos pontos negativos para a F1 se as equipes menores desaparecessem e as maiores corressem com mais carros.

“Eu não acho que é bom para a categoria”, disse ele. “Existe um regulamento que diz que se o grid ficar abaixo de 20 carros, algumas equipes completariam o pelotão”.

“Agora não é o caso e não vejo o grid caindo abaixo de 20 carros, porque isso significaria duas equipes desaparecendo”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.