F1 – McLaren admite que a temporada de 2018 está mais difícil que o esperado

terça-feira, 10 de abril de 2018 às 13:28

Stoffel Vandoorne

A McLaren admitiu que o início da temporada de 2018 da Fórmula 1 foi mais difícil do que o esperado, apesar de estar em terceiro lugar no campeonato de construtores.

A equipe de Woking encerrou sua conturbada relação de três anos com a Honda e mudou para a Renault este ano, mas sofreu problemas de confiabilidade nos testes.

A McLaren esteve envolvida em uma disputa acirrada no meio-campo do GP da Austrália e caiu na hierarquia no Bahrain, o que deixou “desanimado” o diretor de corridas Eric Boullier no sábado.

Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne reagiram para marcar duas pontuações em duas corridas, mas Boullier disse à Autosport que “definitivamente” é um começo mais difícil do que o esperado.

“Temos bom ritmo de corrida, o que nos ajuda a recuperar, mas estamos nos beneficiando das circunstâncias da corrida”, disse ele.

“Nós pegamos os pontos que pudemos, fizemos um bom trabalho para recuperar a confiabilidade [da pré-temporada], então os caras fizeram um bom trabalho na fábrica”.

“Agora precisamos colocar tudo no lugar no sábado e no domingo”.

Os resultados da McLaren foram impulsionados por equipes como a Red Bull e Haas, que jogaram fora grandes oportunidades de pontuação.

Boullier admitiu que era uma posição um pouco “engraçada” para ficar em terceiro no campeonato e disse “de alguma forma eu deveria estar aliviado” com o resultado.

“Nós apenas calculamos mal o fim de semana em termos de preparação”, disse Boullier. “É um erro que cometemos e não queremos repeti-lo”.

“Precisamos estar onde acreditamos que deveríamos estar e não podemos ter muitos erros assim”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.