F1 – Lowe: Williams deve sofrer mais antes de melhorar

terça-feira, 21 de agosto de 2018 às 12:14

Williams

O diretor técnico da Williams, Paddy Lowe, diz que a equipe precisa enfrentar mais dor antes de começar a fazer incursões nas equipes à frente. A Williams teve uma temporada tórrida de 2018 até agora, marcando apenas quatro pontos nas 12 corridas de abertura, deixando-os na parte inferior da classificação de construtores.

A equipe de Grove tem sofrido com problemas aerodinâmicos, o que torna o FW41 muito difícil de lidar. No GP do Azerbaijão, no início deste ano, Lance Stroll cruzou a linha em oitavo lugar, que continua sendo o único do Top 10 da Williams neste ano.

Uma recente atualização de asa dianteira ajudou, como Lowe explicou para Auto Motor und Sport. No entanto, ainda há muito trabalho a ser feito: “À medida que você começa a cavar, você encontra mais e mais problemas. Temos que tirar muita terra”.

2019 verá uma ligeira mudança nas regras aerodinâmicas, com a principal mudança sendo as asas dianteiras mais simples. Lowe afirmou que a Williams está lutando para consertar seu carro de 2018, ao mesmo tempo em que tenta colocar recursos suficientes no desenvolvimento do carro de 2019.

“Enquanto isso, temos que suportar a dor até que haja uma solução”, disse ele. “É principalmente aerodinâmica, mas também mais do que isso. O carro não tem estabilidade. Ficamos para trás em relação ao ano passado. Esperamos fazer mais algumas mudanças após as férias, mas não será a metade do que precisamos. Ainda assim, estamos esperando por um segundo semestre melhor antes de nos concentrarmos totalmente no carro de 2019”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP da Bélgica da F1!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.