F1 – Lotus reitera que “não está à venda”

sexta-feira, 12 de junho de 2015 às 16:28

Lotus

A Lotus não está prestes a ser vendida, de acordo com Matthew Carter, apesar de persistentes rumores de que poderia ser um alvo para a Renault.

Os atuais relatos sobre a equipe, que surgiu da antiga fábrica da Renault, são que tem sofrido com problemas financeiros nos últimos anos, embora ela insista que está consideravelmente em melhor forma do que antes.

É uma impressão refletida no seu desempenho na pista, com o atual sexto lugar no campeonato de construtores após sete corridas, graças em parte à sua decisão de abandonar os motores Renault em favor da Mercedes durante o inverno.

De fato, embora Carter sugira que a Lotus ‘tenha um preço’, é o seu contrato a longo prazo com a Mercedes que vai afastá-la de qualquer potencial aquisição de uma empresa rival.

“Eu continuo a dizer a mesma coisa. Os acionistas têm-me dito que a empresa não está à venda. Acho que já disse antes na imprensa que tudo está à venda por um preço certo. Isso é tudo que eu posso dizer”.

“Continuo a reiterar que assinamos um contrato de longo prazo com a Mercedes e, no que me diz respeito, vamos continuar por esse caminho”.

“A última informação que ouvi foi que seríamos vendidos até o final de maio, mas ainda estamos aqui e ainda somos a mesma equipe”.

Depois que a Renault vendeu sua participação final da equipe de fábrica em 2011, a Lotus tem operado desde então, recebendo motores da empresa francesa até 2015, quando se mudou para a Mercedes.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.