F1 – Lotus: Equipes pequenas não causaram a crise

terça-feira, 11 de novembro de 2014 às 12:32

Bernie Ecclestone e Gerard Lopez

Gerard Lopez da Lotus está furioso porque Bernie Ecclestone culpou as pequenas equipes de F1 pelos seus problemas financeiros embora as equipes maiores tivessem bloqueado as propostas de redução de custos e não quiseram diminuir seus rendimentos.

Apesar de Ecclestone sugerir que a maneira mais fácil de resolver o assunto para as equipes pequenas seria não para gastar demasiado, Lopez pensa que não é realista, dada a subida dramática no custo do motor este ano.

“Nós não controlamos esta base de custo”, disse ele. “Eu só posso decidir fazer menos asas [para desenvolvimentos aerodinâmicos], o que já fazemos. Mas não posso decidir o custo do pacote total do motor, que é de 40 milhões de euros, quando costumava ser de 8 milhões. Eu não posso decidir mudar isso”.

“Eu, na verdade, votei contra os motores, assim como posso ser responsável por esta situação?”

Ele acredita que as equipes grandes têm a responsabilidade final de causar a espiral orçamentária para fora de controle.

“O dedo deve apontar para outras equipes que não estão dispostas a mudar o sistema”, disse um irritado Lopez, que liderou as negociações com Ecclestone para tentar encontrar uma solução. “Ninguém fala sobre isso, ninguém fala sobre o fato de que nunca pedimos mais dinheiro: pedimos menos custos. E agora estão nos apontando para resolver de forma diferente”.

Embora Ecclestone não oferecesse nenhuma solução para os problemas, Lopez ainda acredita que algo pode ser feito.

“Eu não estou resignado, então vamos ver. O futuro vai nos dizer. O esporte não é exatamente assim. Vamos ver o que acontece. Você tem 900 milhões de dólares que vão para a categoria, eu ainda não posso ver por que estamos perdendo equipes”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.