F1 – Lauda incita a Red Bull a acertar sua relação com a Renault

quinta-feira, 29 de outubro de 2015 às 12:48

Niki Lauda e Helmut Marko

Niki Lauda acha que a Red Bull deve resolver seu dilema de motores para 2016, encontrando uma forma de acertar com sua atual parceira Renault.

A Red Bull criticou muito a Renault, já que a fabricante francesa teve dificuldades com pouca confiabilidade e desempenho nesta temporada, e a equipe pediu a rescisão do seu contrato atual, que vai até o final de 2016.

Mas a Red Bull agora está em conversações com a Renault para retomar seu contrato depois de não conseguir um fornecimento alternativo da Mercedes, Ferrari ou Honda.

A FIA também planeja um concurso para um motor independente e eficaz em termos de custos, mas que não estarão disponíveis até 2017, no mínimo.

“No próximo ano, não importa o que a FIA faça para futuros motores, não estarão disponíveis”, disse Lauda. “Então, o que eu faria se fosse a Red Bull? Eu posso te dizer. A Ferrari disse que não, a Mercedes não pode porque já temos quatro equipes, então resta somente a Renault”.

“Se você perguntar honestamente a Helmut Marko, ‘Você falou muita coisa negativa em sua relação com a Renault?’ Ele sempre me dirá ‘sim’. Se a Red Bull quer continuar e acho que ela quer, então encontre uma saída com a Renault”.

“Se ela não continuar, nós temos um grande problema, não só para a Red Bull”.

Ecclestone afirmou na semana passada que a Red Bull começou a cortar os laços com a Renault, porque acreditava que tinha um acordo com a Mercedes depois de negociações em julho.

A Mercedes diz que estava aberta a um acordo dentro de condições muito específicas, mas os chefes da empresa alemã disseram que a Red Bull nunca retornou novamente para finalizar um acordo.

Acredita-se que a Honda está considerando a possibilidade de suprir a Red Bull, embora o CEO do Grupo McLaren, Ron Dennis, seja contra a ideia.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.