F1 – Kvyat: Pressão após o rebaixamento da Red Bull foi insana

quarta-feira, 14 de setembro de 2016 às 15:11
Daniil Kvyat

Daniil Kvyat

Daniil Kvyat admite que a pressão da sua turbulenta temporada de Fórmula 1 em 2016 foi “insana”, quando seu ano termina.

O russo perdeu seu assento na Red Bull para Max Verstappen no início do ano, voltando para a Toro Rosso, onde ele marcou dois pontos em comparação com 26 de Carlos Sainz desde o GP da Espanha.

Kvyat foi para as férias no início de agosto expressando preocupações quanto ao que estava por vir, lamentando a falta de entrosamento com seu carro da Toro Rosso e declarando “Eu não acho que nada brilhante está à frente”.

“Eu realmente precisava da demissão para ser honesto”, disse Kvyat. “Havia muito stress acumulado, pensamentos, pressão aumentando. Isso acabou por crescer muito, mas fui capaz de libertar minha mente”.

“Foi uma pena para a equipe que as duas últimas corridas (circuitos de alta velocidade Spa e Monza) eram completamente inadequados para o nosso carro. Fui capaz de trabalhar e otimizar as coisas, e posso ver que meu engenheiro está muito mais calmo agora, o que é bom”.

“Há três ou quatro corridas pela frente, onde podemos mostrar melhor o potencial porque as pistas devem se adaptar melhor ao nosso carro”.

“Ainda não vai ser fácil, vamos ter de acertar, mas estamos indo para a pista e vamos nos divertir”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.