F1 – Kobayashi trocou a Ferrari pela Caterham

terça-feira, 21 de janeiro de 2014 às 14:55

Kamui Kobayashi

Kamui Kobayashi estava tão ansioso para voltar às corridas de Formula 1 neste ano que desistiu de um acordo prolongado com a Ferrari e está pilotando para Caterham gratuitamente.

O japonês garantiu seu retorno à F1 para 2014, como companheiro de equipe do estreante Marcus Ericsson.

Não conseguindo encontrar uma equipe no ano passado, ele competiu pela Ferrari no Campeonato Mundial de Endurance (WEC), bem como participando de eventos de demonstração de F1.

Falando na sede da Caterham em Leafield na terça-feira, Kobayashi revelou que foi oferecido um outro contrato com a Ferrari para carros esporte, bem como um papel mais amplo na equipe de F1, que incluía trabalho no simulador.

Mas, apesar da segurança de tal oferta, ele estava tão ansioso para voltar para as corridas de F1 que fez tudo o que podia para convencer Tony Fernandes, dono da Caterham, para contratá-lo quando se encontraram pela primeira vez em dezembro do ano passado.

“Eu tenho 27 anos, ainda posso correr muito na Formula 1”, disse o ex-piloto da Toyota e Sauber. “É por isso que eu escolhi voltar para a F1”.

“A Ferrari me ofereceu um outro contrato, e Stefano Domenicali não está feliz por não ter aceitado. Mas foi apenas minha a decisão de estar aqui”.

“Eu tomei um risco na minha vida, mas é importante para mim”.

“A Caterham precisa de um pouco de energia diferente e minha experiência é bastante útil para esta equipe. Vamos ver o que eu posso fazer. Estou bastante confiante”.

Com a Caterham não fazendo nenhum segredo do fato de que era necessário pilotos com apoio financeiro, Kobayashi trouxe um pacote que inclui 1 milhão de libras do fundo criado quando ele pediu aos fãs para ajudá-lo no final de 2012.

Além disso, Kobayashi também queria deixar claro para Fernandes o quanto ansioso ele estava não fazendo nenhuma exigência de pagamento.

“Eu estou dirigindo de forma gratuita, é a minha decisão”, disse ele. “É apenas a minha abordagem. Eu quero fazer este trabalho. Isto foi atrativo para Tony, esta foi a mensagem para Tony e ele está feliz com isso”.

“Eu quero ajudar a equipe. Eu não me importo com o dinheiro. Eu quero ser bem sucedido na minha vida e quero levar a equipe ao sucesso nos meus objetivos”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.