F1 – Kaltenborn: Ecclestone entende a queixa na União Europeia

quinta-feira, 15 de outubro de 2015 às 15:17

Bernie Ecclestone e Monisha Kaltenborn

Monisha Kaltenborn, da Sauber, sugeriu que Bernie Ecclestone foi compreensivo com a queixa oficial à comissão de competições da UE, sobre a forma como o dinheiro é distribuído na F1.

Tendo sinalizado repetidamente o seu desagrado com a forma como o dinheiro do prêmio e a receita são distribuídos na F1, a Sauber e Force India se juntaram para apresentar uma queixa, onde argumentam que “o sistema de divisão de receitas e a determinação como as regras da F1 são definidas, são injustos e ilegais”.

Com a denúncia apresentada contra o detentor dos direitos comerciais sem implicar qualquer uma das equipes maiores que recebem uma parcela maior da receita, caso a comissão de competições da UE concordar com a Sauber e Force India que é “ilegal” a priorização de certas equipes, poderia forçar uma mudança na forma como o dinheiro é distribuído.

No entanto, apesar da queixa apontar diretamente para a empresa de Bernie Ecclestone, Kaltenborn diz que está confiante de que ele tem simpatia pelas equipes menores, tendo repetidamente comentado que iria rasgar os acordos vinculativos atuais, se pudesse.

Na verdade, Kaltenborn diz que apesar da Sauber estar ciente das “condições preferenciais” para certas equipes, quando assinou o acordo, foi através da mídia que ela teve conhecimento da diferença na distribuição.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.