F1 – Kaltenborn: “Desenvolvimento de motores deve ser permitido”

quarta-feira, 24 de junho de 2015 às 13:19

Monisha Kaltenborn

Monisha Kaltenborn da Sauber fez o mais recente apelo aos responsáveis da F1 para liberarem o desenvolvimento de motores, mas ela acredita que a Mercedes deva ser excluída.

A Mercedes têm dominado desde a introdução dos motores V6 turbo no início de 2014, vencendo 16 das 19 corridas do ano passado e 7 das 8 corridas até agora.

A Red Bull, que tem motores Renault e a McLaren-Honda, em particular, tiveram um começo quente em 2015 e muitos sentem que a FIA deve alterar os regulamentos e as deixarem alcançar a Mercedes.

Christian Horner da Red Bull insiste: “A Fórmula 1 não pode permitir a Honda e Renault estarem na situação que estão”.

Kaltenborn reforçou seus comentários e sente que a F1 deve seguir o exemplo da DTM e deixar que a Ferrari, Honda e Renault desenvolvam seus motores e diminua a diferença para a Mercedes.

“Se for liberado, será para todos. Eu não gosto de comparar isto com a DTM, mas foi permitido à uma grande marca (Mercedes) desenvolver e eles não o fizeram além de levá-los até um certo nível “, disse ela.

Perguntada se a Mercedes poderiam aumentar a sua vantagem, ela respondeu: “Exatamente, se você abrir, será para todos. Então, eles vão continuar a desenvolver, e como têm uma vantagem tão grande, acho que mesmo se eles parassem seu desenvolvimento, levaria dois anos para os outros chegarem lá”.

“E isso é algo que tem que ser pensando seriamente por que durante dois anos os fãs não vão aceitar esse tipo de corridas. Você vê outros eventos chegando, estações de TV pagando muito mais para transmitir os eventos e vamos apenas estar sofrendo”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.