F1 – Horner: “Terceiro carro será muito caro para a Red Bull”

terça-feira, 11 de novembro de 2014 às 13:54

Christian Horner

Christian Horner disse que a Red Bull poderia não ter recursos para rodar um terceiro carro, se solicitado para 2015 e insiste que não é um cenário que a equipe está trabalhando ativamente.

Horas antes do GP do Brasil foi noticiado que a Ferrari e Red Bull iriam correr com um terceiro carro em 2015 antes de uma mudança para os carros de clientes na temporada seguinte. Ambas as equipes negaram imediatamente as informações e Horner disse que a questão de custos e tempo de preparação torna esta perspectiva muito difícil.

“Se houvesse a solicitação de correr com um terceiro carro, não poderíamos fazê-lo dentro do nosso orçamento atual, claro que não”, disse Horner. “Eu acho que os números são bastante precisos. Você está olhando para 35 a 40 milhões de euros. O terceiro carro é apenas uma possibilidade se o número cair, e não está acontecendo”.

Quando perguntado quanto tempo a Red Bull precisava para iniciar a construção de um terceiro carro para a abertura na Austrália em 2015, Horner riu e disse: “Cerca de três meses atrás”.

Não está claro se as equipes receberiam qualquer ajuda financeira para correr com um terceiro carro se forem obrigadas a fazê-lo, com Horner dizendo a jornalistas que Bernie Ecclestone “provavelmente” espera que as equipes paguem a conta inteira. Mas mesmo que os custos fossem cobertos, Horner se opõe aos terceiros carros como uma ideia, mesmo a Red Bull estando contratualmente obrigada a fazê-lo se solicitada.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.