F1 – Horner rebate comentário de Wolff sobre combustível

sexta-feira, 9 de março de 2018 às 12:47

Christian Horner

Christian Horner rebateu a sugestão do chefe da Mercedes, Toto Wolff, de que a Red Bull cometeu um “erro” por não ter o mesmo fornecedor de combustível que a equipe de fábrica da Renault.

A Red Bull usa ExxonMobil enquanto a equipe de fábrica da Renault opera com os produtos BP/Castrol.

Isso significa que a Red Bull é atualmente a única das seis equipes de clientes da Fórmula 1 a não usar a mesma marca da equipe de fábrica, embora a McLaren esteja planejando ir com a Petrobras em 2019.

Wolff citou o fato de que os clientes da Mercedes, Williams e Force India, se beneficiam do uso do combustível Petronas em torno dos quais os motores são desenvolvidos e apontou que qualquer pessoa que escolher seu próprio combustível/óleo deve pagar ao fabricante do motor pelo tempo no dinamômetro necessário para testar seus produtos .

Mas Horner insiste que a Red Bull se beneficia de sua estratégia.

“Nós vemos isso como uma vantagem”, disse ele à Sky Sports News. “Temos um excelente relacionamento com a Exxon, e tivemos nos últimos 12 meses”.

“Eles estão fabricando alguns bons produtos. Seus produtos ganharam três grandes prêmios no ano passado”.

“Obviamente, há encargos adicionais envolvidos nisso, porque eles são um fornecedor diferente do que a equipe de fábrica tem – significa apenas que eles têm que testar mais motores no dinamômetro, o que, obviamente, devemos cobrir o custo”.

“Mas não íamos usá-lo se não o vemos como uma vantagem técnica”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.