F1 – Horner: Fim das fichas de motor vai levar a um frenesi de gastos

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016 às 14:45
Christian Horner e Bernie Ecclestone

Christian Horner e Bernie Ecclestone

O chefe da Red Bull Christian Horner alertou que o fim do sistema de fichas de desenvolvimento de motores irá levar a uma guerra de gastos pelas fabricantes na F1.

Como parte do acordo para reduzir os preços de fornecimento ao cliente – uma mudança que vai realmente economizar dinheiro para a Red Bull – a FIA concordou em abandonar as fichas a partir de 2017.

A mudança significa que não haverá restrições no desenvolvimento de motores após esta temporada, algo que Horner admitiu estar perplexo.

“O que não entendo é se livrar totalmente de todas as fichas e liberar todo o desenvolvimento”, disse Horner. “Porque isso não pode ser uma situação saudável para a categoria, apenas vai incentivar os gastos. Não acho que isso irá gerar uma competição saudável”.

“Isso precisa ser enfrentado de frente, e esperamos que os órgãos reguladores virão com algumas regras claras para lidar com isso no momento oportuno”.

Perguntado se temia que a Mercedes faria melhor uso da liberdade que as rivais, ele disse: “Não acho que poderia apontar uma ou outra, mas se isso só acaba em um frenesi de gastos, é uma situação saudável?”

“Por exemplo, no chassi temos muitas regras, em termos da quantidade de túnel de vento que podemos usar, a quantidade de simulação que podemos usar para CFD”.

“Ser capaz de usar o maior número de motores em quantos dinamômetros e quanto desenvolvimento quiser, não parece uma solução sensata”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.