F1 – Honda visando um turbo maior em 2016

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016 às 13:36

McLaren-Honda

O chefe da Honda Yasuhisa Arai confessou que a fabricante precisa de um turbocompressor maior, apesar de planejar manter um pacote de motor mais compacto para 2016.

A Honda sofreu um retorno desastroso para a F1 com a McLaren no ano passado, com a sua unidade de potência faltando desempenho e confiabilidade em grande parte da temporada. Bem como os problemas crônicos com o sistema de recuperação de energia (ERS), o projeto do turbo dividido do construtor causou problemas.

Ao contrário do projeto turbo dividido da Mercedes, a Honda optou por um layout muito mais compacto para instalar o compressor dentro do banco de cilindros. Isso significava que a turbina e compressor teriam de ser reduzidos – em parte devido ao chassi ‘tamanho zero’ da McLaren MP4-30 – e a potência menor gerada por ambos penalizou o motor de combustão interna (ICE). Como resultado, o MGU-H absorvia menos energia a partir da turbina e tinha menos capacidade de carregar a bateria, que complementa o MGU-K.

“O tamanho levou à ineficiência”, disse Arai. “O tamanho era pequeno, então o motor precisava de ar em alta pressão. Portanto isso significa que a alta rotação – 120 mil RPM – foi a limitação”.

Perguntado se seria necessário a Honda alterar o esquema do “V”, a parte do motor onde o compressor está localizado, a fim de encaixar um turbo maior, ele respondeu: “Não haverá uma mudança tão grande. Nós ainda teremos um layout compacto, mas sei que precisamos de um tamanho maior do turbocompressor. Então, mantendo o conceito, mas mudando o interior da câmara ou fazendo qualquer parte menor é o grande objetivo”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.