F1 – Honda quer uma resposta rápida da Sauber

segunda-feira, 24 de julho de 2017 às 8:44
Sauber

Sauber

O chefe da Honda, Yusuke Hasegawa, quer que a Sauber confirme seus planos de 2018 o mais rápido possível, com dúvidas ainda sobre a parceria feita.

Durante o fim de semana do GP da Rússia, a Sauber confirmou um acordo para usar os motores da Honda para 2018. A ex-chefe da equipe Monisha Kaltenborn foi a arquiteta por trás do acordo, mas sua saída levou à especulação de que o negócio estava terminado.

Frederic Vasseur, que substituiu Kaltenborn, colocou o problema da Honda em sua lista de prioridades, mas a situação continua incerta. A Honda diz que não pode esperar muito para ouvir essa decisão.

Quando perguntado quando a Honda precisava saber se o acordo estava indo adiante do ponto de vista do planejamento, Hasegawa disse ao site Racer: “Agora. O mais rápido possível. Nós não podemos esperar para os preparativos do próximo ano, então estamos trabalhando nisso e realmente precisamos de uma decisão”.

Se o acordo continuar, a Sauber iria se juntar à McLaren como parceira do motor da Honda. A Honda teve dificuldades desde que retornou à F1 em 2015 e produziu três motores não competitivos consecutivos.

A Sauber está usando um motor Ferrari de um ano atrás, uma decisão tomada pelos novos proprietários, a Longbow Finance, para poder se concentrar na reestruturação da equipe em 2017.

Acredita-se que Longbow tenha reservas sobre o acordo da Honda, com uma oferta de motores Mercedes e Ferrari atualizados também disponíveis.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.