F1 – Honda quer potência máxima do ERS em Budapeste

segunda-feira, 20 de julho de 2015 às 16:38

McLaren-Honda

Yasuhisa Arai, chefe da Honda, disse que pretende fazer “uso completo” dos sistemas de recuperação de energia (ERS) para o GP da Hungria deste fim de semana.

A Honda tem se esforçado para chegar ao topo da tecnologia da unidade de potência híbrida lançada no ano passado e com a qual está sofrendo uma série de problemas de confiabilidade.

Parte do seu problema está em não explorar plenamente o ERS, que se compõe de dois geradores – MGU-K e MGU-H – e é um componente chave nas novas regras do motor.

“Nosso objetivo é terminar a primeira metade da temporada com a gestão de potência precisa e com uso pleno do ERS, para possibilitar aos pilotos um desempenho brilhante”, disse Arai.

“O Hungaroring é uma pista sinuosa na sua maior parte de curvas de baixa para média velocidade e com diferentes mudanças de nível, o que torna muito difícil de ultrapassar. Cada curva é muito técnica e estreita, mas há um certo fluxo que o torna diferente de um circuito de frear e acelerar.

“Devido à sua falta de retas longas e setores de alta, esta pista é menos desgastante para a unidade de potência em comparação com a maioria dos circuitos. No entanto, a ondulação requer gestão de potência mais precisa nas marchas mais baixas e nas saídas de curvas”.

A viagem a Budapeste também tem um significado especial para a Honda, com Jenson Button conseguindo sua primeira vitória na F1 – e a última da Honda – em Hungaroring em 2006.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.