F1 – Hamilton: Não faz sentido ter pintura de capacete com o halo

quarta-feira, 28 de março de 2018 às 12:18

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton está pensando em descartar sua pintura de capacete no futuro com o halo bloqueando a visão e tornando complicado diferenciar cada piloto do carro, enquanto Sebastian Vettel sugeriu uma potencial solução.

O britânico tem sido um fraco defensor do halo e inicialmente foi contra o dispositivo de proteção do cockpit, enquanto Toto Wolff disse que queria cortá-lo com uma motosserra no lançamento da equipe em Silverstone, com o halo se tornando um dispositivo de segurança obrigatório a partir de 2018.

Embora os temores em torno da visibilidade para os pilotos de dentro do cockpit e uma fraca aparência estética tenham sido amplamente reprimidos na abertura na Austrália, ainda existem preocupações sobre a identificação de pilotos atrás do halo que levou Hamilton a chamar suas pinturas de capacete de “inúteis”.

“É quase inútil para nós pintarmos os capacetes hoje em dia, então eu provavelmente vou me livrar da minha pintura”, disse Hamilton. “Isso vai economizar peso. Eu realmente não tenho uma sugestão para isso. Tenho certeza que eles vão inventar algo”.

Vettel apoiou a sugestão de personalizar o halo com pinturas únicas em um estilo similar aos capacetes para resolver o problema.

“Devemos ter permissão para pintar o halo”, disse Vettel. “Não podemos negociar a posição do halo, não podemos colocá-lo na parte de trás do carro”.

“Então, talvez caiba a nós pintar o halo. Isso pode ser uma ideia, apenas para adicionar um elemento que o torna diferente do resto”.

No GP da Austrália, tanto a Force India quanto a McLaren revelaram patrocinadores e parceiros especificamente projetados e exibidos para o halo, enquanto equipes como a Ferrari foram rápidas em incluir o emblema da equipe no protetor do cockpit.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.