F1 – Haas não decidirá sobre pilotos até as férias

quarta-feira, 30 de maio de 2018 às 12:23

Haas

A Haas esperará até as férias de verão, no mínimo, antes de começar a considerar sua equipe de pilotos para 2019.

Agora em sua terceira temporada, a Haas atualmente ocupa o oitavo lugar na classificação dos construtores após as seis rodadas de abertura de 2018 e possui um dos pacotes mais fortes na luta no meio-campo que está em desenvolvimento, embora tenha perdido pontos importantes na Austrália e em Baku e teve dificuldades no último GP de Mônaco.

Kevin Magnussen marcou todos os 19 pontos da equipe até agora este ano, enquanto o futuro de Romain Grosjean com a Haas tem sido questionado após um desempenho estéril e uma série de erros nas últimas corridas, incluindo o acidente com o safety car em Baku e causando uma colisão na primeira volta com vários carros na Espanha.

O chefe da equipe Haas, Guenther Steiner, que repetidamente apoiou seu piloto, disse que a equipe norte-americana tem assuntos mais prementes para se preocupar nesta fase da temporada do que pensar em sua futura formação de pilotos, mas acrescentou que Haas estava “muito feliz ”com o trabalho que Magnussen está fazendo.

“Não vamos começar a conversar antes do final das férias de verão”, explicou Steiner. “Não está em nossas mentes e não há razão para pensar nisso porque nada está se acontecendo”.

“Nós nos concentramos em tentar obter o maior número possível de pontos, porque deixamos muitos deles para trás e precisamos compensar isso. Temos coisas suficientes para nos concentrar e não nos pilotos”.

Steiner mais uma vez enfrentou as críticas em Grosjean – que já marcou mais da metade do total de pontos da equipe desde a temporada de estreia em 2016 – durante o GP de Mônaco, acrescentando que é injusto julgar o francês com base em um ou dois erros.

Quando perguntado se Haas estava considerando a posição de Grosjean dentro da equipe, Steiner disse ao Channel 4: “Nós não investigamos isso. Você fez dois erros bobos, ou dois erros sejam bobos ou não. Ele sabe disso, ele tem que sair disso, mas então nós veremos”.

“Nós não temos procurado por outras pessoas nem nada, porque se você tirar essa confiança dele, como podemos recuperá-la? Nós damos a ele uma chance. Ele foi bom para nós, nós tentamos ser bons com ele e depois veremos. Espero que fique melhor”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.