F1 – Haas desdenha do ataque da Renault à Magnussen

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017 às 12:52
Kevin Magnussen

Kevin Magnussen

O chefe da equipe, Gunther Steiner, minimizou o ataque contra Kevin Magnussen, que é o novo contratado da Haas para 2017.

Magnussen está se mudando para a equipe americana vindo da Renault, e Cyril Abiteboul disse esta semana que o piloto dinamarquês “ficou parado” enquanto estava na equipe na última temporada.

Quando perguntado sobre o ataque de Abiteboul, o chefe da equipe de Haas, Steiner, descartou as declarações.

“Kevin é um respeitado piloto de Fórmula 1 e devo enfatizar isso”, ele é citado pelo jornal dinamarquês Ekstra Bladet. “Estamos todos ansiosos para trabalhar com ele”.

A imprensa dinamarquesa também defendeu Magnussen, com o correspondente do jornal BT, Peter Nygaard, especulando que Abiteboul está zangado com Magnussen por outras razões.

“Se Abiteboul está chateado por Kevin sugerir que a direção da Renault não estava cantando a mesma música, isso é ridículo, porque é precisamente por isso que Frederic Vasseur deixou a equipe”, disse ele.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.