F1 – Grupo de trabalho ajudou a Williams nas paradas

segunda-feira, 23 de maio de 2016 às 13:15
Williams

Williams

Rob Smedley, da Williams, acredita que a formação de um grupo de trabalho interno colheu dividendos com os perfeitos desempenhos nas paradas da sua equipe nesta temporada.

Depois de ser uma das piores equipes nos boxes em 2015, a Williams se tornou a equipe a ser batida este ano, executando as paradas mais rápidas em todas as cinco corridas até agora.

Na Austrália, a troca mais rápida de pneus foi 2,35s para Valtteri Bottas, baixou para 2,27s para Felipe Massa no Bahrain, e depois 2,10s para o brasileiro na China.

Massa também se beneficiou das melhores paradas nas duas últimas corridas, na Rússia e na Espanha, cronometradas em 2,23s e 2,12s respectivamente.

“Os mecânicos têm feito um grande trabalho este ano”, disse Smedley. “Tem sido um esforço de equipe muito bom de todos. Finalmente entendemos o que era necessário para reagir às fracas paradas que estávamos fazendo, e o fizemos”.

“Os caras tem o treinamento específico que precisam, e isso os está ajudando, dando-lhes a confiança – e se eles ganham mais confiança, então ficam mais consistentes”.

Explicando a diferença este ano, Smedley acrescentou: “Nós fomos diretos no processo para identificar o que estávamos fazendo errado”.

“Algumas coisas eram claramente erradas e outras mais sutis e, analisando tudo, fizemos mudanças no carro e nas ferramentas usadas na parada”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.