F1 – Fry tem dúvidas sobre vantagem de algum motor para 2014

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 às 17:27

Pat Fry

O chefe técnico da Ferrari, Pat Fry disse que duvida que um fabricante de motor terá grande vantagem sobre os outros no começo de 2014. Existem boatos no paddock que indicam a Mercedes com uma potência acima de 100 hp sobre seus rivais Ferrari e Renault com seu novo V6 turbo.

Por outro lado, foi dito que a Ferrari está encantada com as regras de 2014, porque dá aos italianos a possibilidade de usar seus conhecimentos em projeto de motores, após um período com obsessão nos ganhos aerodinâmicos. Fry, todavia, disse: “A aerodinâmica será tão importante no próximo ano como foi nos últimos 15 anos”.

Ele pensa que a potência do motor e o desempenho total não será o fator crucial. “As diferenças entre os diversos motores será principalmente determinada pela confibilidade”, disse o britânico. “A tecnologia é tão complexa que cinco motores por piloto é realmente muito pouco. Eu acredito que grandes diferenças em termos de potência não surgirão. Talvez na corrida, quando o consumo de combustível determina a potência”.

Ao mesmo tempo, Fry pensa que o ínicio desta nova era em 2014, abrirá as portas para maiores inovações técnicas, como o difusor duplo em 2009. “As regras aerodinâmicas são muito claras mas eu vejo várias maneiras diferentes para interpretá-las”, revelou Fry.

Entretanto, após Adrian Newey da Red Bull admitir que seu carro para 2014 é “feio”, Fry se recusa a dizer que o carro da Ferrari seja semelhante. “Se ganhar”, ele sorriu, “então não”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.