F1 – Fracasso em Cingapura foi uma bênção disfarçada, diz Wolff

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 às 14:43

GP de Cingapura 2015

Toto Wolff diz que a queda desconcertante da Mercedes no GP de Cingapura foi uma bênção disfarçada, já que salientou um caminho de configuração errado.

Lewis Hamilton e Nico Rosberg sofreram a menos competitiva participação da temporada naquele fim de semana, enquanto tinham dificuldades com seus pneus no circuito de Marina Bay.

Tão grande foi sua queda no desempenho que imediatamente apareceram teorias conspiratórias que a equipe tinha sido prejudicada como uma maneira de apimentar o show, ou mesmo como punição por decidir não fornecer motores para a Red Bull.

Mas analisando o que realmente aconteceu, Wolff diz que se deveu a uma simples escolha de ajustes para o circuito de rua – que tinha sido usada no ano anterior, mas que foi disfarçada por sua vantagem de 2014.

E Wolff acrescentou que as lições aprendidas na verdade, fez a equipe mais competitiva para as corridas posteriores – já que permaneceu invicta pelo resto da temporada.

Embora Wolff dissesse em Cingapura que a possibilidade de uma conspiração de pneus passou por sua cabeça, deixou claro que nunca realmente acreditou que havia algo de suspeito acontecendo.

“Não. Como os teóricos da conspiração – e há muitos na F1 – são teóricos paranoicos”, disse ele. “E, como um fato, era logisticamente impossível a Pirelli fazer isso. Não há nenhuma maneira que teriam ou poderiam ter feito isso – porque os pneus foram colocados em um barco meses antes. Então ficou claro que era asneira”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.