F1 – Force India: Caterham e Marussia atrasaram sua preparação

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 às 14:02

Force India VJM08

O chefe de equipe da Force India Bob Fernley disse que a decisão da equipe de perder os dois primeiros testes de 2015 foi um resultado indireto do colapso da Caterham e Marussia.

Na semana passada, a Force India usou seu veto no Grupo de Estratégia para bloquear o retorno da Marussia para o grid de 2015, com o nome de Manor Racing. Fernley explicou o veto da equipe pela preocupação com a falta de documentação fornecida pela Marussia.

Atualmente preocupações cercam o futuro da Force India no grid, depois que a equipe perdeu o teste de Jerez e, em seguida, anunciou que também não iria ao primeiro teste em Barcelona na próxima semana. Fernley disse que os preparativos da Force India foram afetados pela saída das nanicas.

“Começamos recentemente a trabalhar com o túnel de vento da Toyota em Colônia,” disse Fernley. “No entanto, a Toyota tinha acordos com a Caterham, e com toda a razão, até que pudessem resolver seus problemas com a Caterham, não podíamos entrar com o nosso contrato. Nós não recebemos o sinal verde até o início de dezembro, por isso, estávamos atrasados antes de sequer começar”.

“Além disto tivemos alguns problemas com fornecedores porque eles sofreram com a saída da Marussia e Caterham. Eles queriam pagamentos adiantados que atrapalham nosso fluxo de caixa e não os culpo por isto. Eu faria exatamente o mesmo se a minha situação financeira tivesse sofrido tanto. Mas não nos ajudou e fez com que ficássemos atrasados em diferentes áreas”.

Apesar disso, Fernley está confiante que a Force India estará de volta a tempo para o terceiro e último teste no final de fevereiro.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.