F1 – Fluxo de combustível deixou a Ferrari em desvantagem, segundo relatos

Ferrari e Mercedes

O mundo da Fórmula 1 espera que a disputa Hamilton versus Rosberg esteja de volta, já que a batalha da Mercedes contra a Ferrari pareceu ter esfriado durante o fim de semana do GP da Espanha.

“A diferença me machuca tanto quanto meu braço”, declarou Maurizio Arrivabene, chefe da Scuderia, ao jornal alemão Bild, referindo-se à dolorosa cirurgia no braço que ele fez na semana passada.

O italiano admitiu que, considerando o passo para trás da Ferrari em relação à Mercedes na Espanha, sonhar com o título agora pode ser “demais”.

Alguns acreditam que, apesar de grande pacote de atualização que a Ferrari levou para Barcelona, na verdade foi a história do fluxo de combustível que teve o maior impacto.

A Auto Motor und Sport da Alemanha relatou que a Mercedes pode ter provocado a nova restrição da FIA ao deliberadamente causar um “pico” em seu fluxo de combustível na classificação.

De fato, logo após a classificação, Charlie Whiting advertiu que inspeções técnicas completas poderiam ocorrer, em meio aos rumores de que a Ferrari vinha se beneficiando de “truques” no sistema de combustível.

Foi dito que a Ferrari estava ganhando um grande impulso de potência na saída das curvas lentas, mas no último setor de Barcelona, Sebastian Vettel foi notavelmente mais lento do que os carros prateados.

A Ferrari negou os rumores a respeito de seu sistema de combustível.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.