F1 – FIA vai analisar o erro da Ferrari com o pitstop

terça-feira, 10 de abril de 2018 às 12:17

Kimi Raikkonen

A FIA pretende examinar o erro da Ferrari durante o pitstop de Kimi Raikkonen, que levou a uma lesão no mecânico durante o GP do Bahrain.

Foi uma das duas ocasiões durante o fim de semana que a Ferrari liberou Raikkonen dos boxes sem apertar completamente todas as suas rodas.

A Haas, que também usa componentes de roda traseira projetados pela Ferrari, teve duas liberações inseguras em Melbourne. O diretor de corrida da FIA, Charlie Whiting, disse que os incidentes “parecem cada vez menos coincidência”.

“Mas os dois casos em Melbourne foram claramente erros de operação de uma pistola de roda. Eles apertaram as porcas, pensaram que estava seguro, saíram, então perceberam um pouco tarde demais que não estavam”.

“A liberação insegura da Ferrari durante o GP da Austrália pareceu ser diferente”, disse Whiting. “O cara nem tinha tirado a roda [antes de o carro ser liberado], o que é um pouco desconcertante”.

Ele confirmou que a FIA vai analisar o assunto com a Ferrari. “Alonso perdeu uma roda nos testes e passamos por tudo isso com a McLaren. Eles nos deram um relatório, discutimos isso com o Grupo de Trabalho Técnico para entender, garantir que todos os outros percebam que essas coisas podem acontecer [e] todos tentam aprender com isso”.

A Ferrari foi multada em € 50.000 pela liberação insegura durante a corrida, que deixou o mecânico Francesco Cigarini com uma perna quebrada, e mais € 5.000 por um incidente similar durante o treino em que ninguém ficou ferido.

Whiting não acredita que penalidades mais duras sejam necessárias para impedir que as equipes corram muitos riscos durante os pit stops.

“As regras são muito claras sobre o que acontece durante uma corrida, o princípio é que o piloto parar na pista é uma penalidade grande o suficiente”, disse ele.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.