F1 – FIA quer o uso de novas câmeras para investigar acidentes

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015 às 13:17

Fernando Alonso

A FIA está forçando, através de novas regras, a obrigatoriedade dos carros serem equipados com câmeras de alta velocidade a partir de 2016 para ajudar na investigação de acidentes.

A especulação em torno da causa do acidente de Fernando Alonso em Barcelona na semana passada, foi alimentada pela falta de imagens claras de vídeo sobre o que aconteceu.

Foi revelado que as únicas imagens em movimento do acidente foram de uma câmera de um circuito interno, mas a filmagem não está muito clara.

Essa incerteza sobre a causa de acidentes, seja em testes ou corridas, poderia terminar se uma nova regra que obriga as equipes a instalarem câmeras de alta velocidade for aprovada pelo Conselho Mundial de Automobilismo da FIA no próximo mês.

A ideia já foi apoiada pelas equipes de F1, que votaram na reunião da Comissão de F1, alguns dias antes do acidente de Alonso.

O artigo 27.2 revisto dos regulamentos esportivos da F1 que está sendo proposto para 2016 afirma: “Para efeitos de análise de acidentes, cada carro deve ser equipado com uma câmera de alta velocidade, que será fabricada por fornecedor designado pela FIA com uma especificação determinada”.

“Ela deve ser montada no carro durante cada evento e em todos os testes feitos por mais de uma equipe. As equipes devem envidar todos os esforços para garantir que ela esteja em funcionamento em todos os momentos. A câmera deve ser montada de acordo com as instruções da FIA”.

A FIA também quer tornar obrigatório para os pilotos usarem acelerômetros para ajudar com a coleta de dados em acidentes.

A próxima reunião do Conselho terá lugar em Genebra, em 20 de março.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.