F1 – FIA prepara planos para a próxima versão do Halo

Halo na Red Bull

A FIA quer reduzir a espessura do Halo e melhorar a sua estética ao desenvolver a próxima versão do dispositivo de proteção do cockpit.

Após testes de uma série de soluções potenciais – incluindo uma abordagem de escudo que foi vista em Silverstone no ano passado – a FIA apenas finalizou o Halo no final de julho de 2017, sete meses antes dos testes de pré-temporada. Com um Halo padrão sendo aprovado e as equipes apenas capazes de adicionar carenagens para fins aerodinâmicos, o chefe de segurança da FIA, Laurent Mekies, revelou onde o órgão diretor pretende melhorar o dispositivo no futuro.

“Temos dois objetivos principais”, disse Mekies à RACER. “Um é o suporte central, para ver se podemos ter uma redução de espessura para fins de visibilidade. E, em segundo lugar, uma melhor integração no carro, ou seja, melhor estética em última análise. Então, é isso que gostaríamos de ver no estágio dois”.

Com uma adição tão nova a monopostos exigindo uma quantidade significativa de trabalho, Mekies admite que a FIA só agora pode começar a se concentrar nas mudanças que quer fazer, tendo implementado o Halo na Fórmula 1 e na Fórmula 2.

“Então, a realidade é que, nos últimos meses, estamos tentando mudar de um ponto de decisão para fazer acontecer. Então, nós precisamos ter os padrões Halo aprovados, os fornecedores certificados, a entrega das peças certificadas, o que no final foi uma complexidade adicional, porque não só fizemos isso na F1, mas fizemos isso na F1, F2 e Fórmula E praticamente ao mesmo tempo”.

Recentemente foi confirmado que a FIA também está trabalhando em estreita colaboração com a Indy sobre o desenvolvimento do para-brisas atualmente sendo testado pela série americana, a fim de entender se seria adequado para a F1 no futuro.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.