F1 – FIA explica como as relargadas paradas irão funcionar

Safety car

O plano da Fórmula 1 de introduzir relargadas paradas após períodos de safety car em 2015 se tornou uma das mudanças mais controversas aprovada pelos chefes da categoria.

Porém, apesar das amplas críticas dos fãs, os detalhes do novo regulamento agora foram oficialmente apresentados pela FIA.

O procedimento do safety car continuará igual ao atual até depois que os retardatários receberem permissão para descontar uma volta e ir para a traseira do pelotão.

Então, quando o diretor de prova considerar que o safety car pode deixar a pista, uma mensagem será exibida no sistema oficial de avisos.

O safety car entrará nos pits e os carros continuarão por mais uma volta – com a luz de saída dos pits ficando vermelha até que o pelotão inteiro tenha passado pelo final do pitlane.

Os membros das equipes que normalmente ficam no pit wall terão de ir para as garagens, com exceção de duas pessoas de cada equipe.

Os pilotos então prosseguirão para o grid de largada em suas respectivas posições, e o procedimento que cinco luzes que é utilizado no início das corridas será repetido.

Entretanto, a largada parada não será usada após um período de safety car em algumas circunstâncias. Isso vai acontecer se o safety car entrou menos de duas voltas depois do começo da prova, ou se restam menos de cinco voltas para o final.

Além disso, o diretor de prova tem o direito de determinar que a corrida continue sem que os carros alinhem no grid se considerar que “as condições são inadequadas para uma relargada parada”.

Nessas circunstâncias, a relargada em movimento na qual o líder dita o ritmo, comum na Fórmula 1 nos últimos anos, será utilizada. As regras também afirmam que não haverá largada parada se a corrida começou em condições de safety car.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.