F1 – FIA descarta pedidos para a mudança da regra da bandeira azul

segunda-feira, 17 de setembro de 2018 às 12:33

Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen

A Fórmula 1 não precisa mudar suas regras de bandeira azul, diz o diretor de corrida, Charlie Whiting, apesar das reclamações dos pilotos sobre as dificuldades de passar os retardatários no GP de Cingapura.

Lidar com o tráfego de retardatários provou ser um dos maiores desafios para os líderes no domingo, com Lewis Hamilton perdendo tempo atrás de Romain Grosjean e Sergey Sirotkin em um ponto e quase sendo alcançado por Max Verstappen.

Mais tarde, o quarto colocado Valtteri Bottas ficou particularmente frustrado por não conseguir chegar perto o suficiente de Nico Hulkenberg com pneus novos para acionar os sinais de alerta para as bandeiras azuis.

A FIA apenas mostra as bandeiras azuis quando um piloto está 1,2 segundos atrás de um carro que quer passar, e Bottas gritou pelo rádio que tal diferença era grande demais para uma pista como Cingapura.

Mas Whiting acha que a margem de tempo atual está certa, e qualquer movimento para aumentá-la acabaria arruinando as corridas dos carros mais lentos.

Perguntado pelo site Autosport sobre a situação, ele disse: “No ano passado, foi um segundo, e tivemos discussões, e aumentamos para 1,2s”.

“Eu não acho que devemos ir mais do que isso, porque então você entra em uma situação em que um piloto tem que recuar e perder muito mais tempo do que ele realmente deveria para deixar o outro carro passar, se ele tem que fazer isso na primeira oportunidade”.

“Se dissermos que, quando ele estiver 1,4s ou 1,6s atrás, você tem que se mover para a direita, recuar e perder muito tempo, não queremos que isso aconteça porque não é justo”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer a corrida da StockCar no Velo Città no próximo domingo!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.