F1 – Ferrari minimiza a falta de experiência dos dirigentes

quinta-feira, 11 de setembro de 2014 às 14:31

Sergio Marchionne

A Ferrari minimizou a falta de experiência de F1 de seus novos dirigentes após o presidente-executivo da FIAT, Sergio Marchionne, ter sido nomeado como substituto de Luca di Montezemolo.

No início desta semana, a Ferrari confirmou que di Montezemolo deixará o cargo de presidente da equipe italiana. Montezemolo, com 67 anos, ocupou o cargo por 23 anos, vai entregar as rédeas para Marchionne dia 13 de outubro.

O executivo-chefe da FIAT, cargo que exerce desde 2004, vai ser encarregado de levar a Ferrari de volta ao topo da Formula 1 depois de cinco anos sem um título de pilotos ou construtores.

Marchionne será assistido por Marco Mattiacci, que assumiu o cargo de chefe de equipe da Ferrari, no início da temporada.

Nenhum dos dois, no entanto, tem alguma experiência de automobilismo, fato que a Scuderia minimizou.

“Há muitas pessoas experientes na Ferrari – as pessoas aqui são a nossa força”, disse um porta-voz.

“A presidência de Marchionne tem catalisado o objetivo claro e comum para voltar ao topo”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.