F1 – Ferrari e Williams lamentam chamadas de pitstop tardias

segunda-feira, 28 de setembro de 2015 às 12:53

Pitstop da Williams

Sebastian Vettel e Valtteri Bottas poderiam ter terminado em melhores posições no GP do Japão se tivessem feito seu segundo pitstop mais cedo.

Ambos foram ultrapassados por pilotos que pararam antes deles e fizeram voltas rápidas para ficarem na frente.

Foi pedido para Vettel abrir dois segundos de vantagem sobre Nico Rosberg durante seu segundo stint e ele tinha exatamente isto antes de seu segundo pitstop. No entanto, após Rosberg parar na volta 29 e fazer uma volta em 1m55.869s – mais de dois segundos mais rápido que o companheiro de equipe de Vettel tinha conseguido na volta anterior – colocou o piloto da Mercedes à frente de Vettel.

A volta de saída de Raikkonen (e o pitstop mais rápido da corrida) o ajudou a ficar à frente de Bottas, do qual ele estava a apenas seis décimos de segundo atrás, antes de fazer a parada.

No entanto, Rob Smedley, chefe de engenharia de desempenho da Williams, acha que a equipe poderia ter sido mais agressiva e parado mais cedo, como tinha feito no início da corrida.

“A nossa chamada para a primeira parada foi correta e nos manteve na frente de Rosberg”, disse ele. “Mas a nossa segunda parada foi muito tarde e por isso perdemos a posição para Raikkonen”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.