F1 – Ferrari: Cingapura foi “a hora certa para deixar Vettel vencer”

Sebastian Vettel – GP de Cingapura 2019

O chefe da Ferrari, Mattia Binotto, acredita que foi a decisão correta “deixar” Sebastian Vettel vencer em Cingapura no início deste ano, já que o alemão conquistou sua única vitória da temporada sob os holofotes no Circuito de Marina Bay, depois de ter superado o colega de equipe Charles Leclerc.

Depois de uma primeira metade da temporada muito difícil, a Ferrari saiu da pausa de verão com todo o gás. Eles conquistaram seis pole positions entre os GPs da Bélgica e do México, ganhando três dessas corridas.

A única vitória da temporada de Vettel veio em Cingapura, onde o tetracampeão começou em terceiro lugar, mas assumiu a liderança em parte graças a um “undercut” sobre Leclerc. Isso veio muito para o descontentamento da jovem estrela da Ferrari, que ficou perplexa com a decisão da equipe.

Binotto ainda defende a decisão, no entanto, explicando que isso aumentou muito a confiança de Vettel, entre outras coisas. “Na primeira parte da temporada, ele foi colocado sob muita pressão”, disse Binotto ao site Autosport.

“Acho que ele reagiu muito bem no segundo tempo. A vitória em Cingapura foi fundamental para ele, não apenas para a vitória em si, mas para a confiança na equipe”, prosseguiu o chefe da Ferrari.

“Ele sabia que podia contar com a ajuda da equipe, se necessário. Mas acho que estava certo, era a escolha certa e a altura certa para o deixar ganhar”, concluiu Binotto.

Seria a última vitória da Ferrari na temporada, com uma mistura de falhas técnicas (Rússia) e erros pessoais (Japão) custando caro à equipe italiana nas corridas finais de 2019.

Clique AQUI para fazer suas apostas esportivas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.