F1 – Especialista comenta aliança Renault-Ferrari

segunda-feira, 3 de junho de 2019 às 10:58

Ferrari e Renault

Leo Turrini, conhecido especialista em Ferrari, prevê que a equipe de Maranello e a Renault estão prestes a se alinhar politicamente na Fórmula 1.

John Elkann, presidente da Fiat Chrysler, supostamente está por trás de uma proposta de 37 bilhões de dólares para unir a montadora à Renault. A nova aliança tornaria a Fiat Chrysler Renault a terceira maior companhia automotiva do mundo, atrás de Toyota e Volkswagen.

No entanto, Turrini disse que o acordo não terá um impacto significativo na Fórmula 1.

“Primeiro, a Ferrari como companhia e equipe de corrida não faz parte do mundo FCA. A subsidiária da companhia mãe evitou o risco de Maranello ser engolida por um acordo tão gigantesco”, disse ele em seu blog Quotidiano.

“Porém, com um acordo de igualdade com os franceses, é lógico supor que a Renault coordenaria suas posições políticas com a Ferrari mais do que já faz na F1”.

Turrini também acredita que a aliança Renault-Fiat pode trazer problemas para os planos do falecido Sergio Marchionne envolvendo a Alfa Romeo na F1.

“Em sua ausência, e agora com o retorno de Simone Resta à Itália, o projeto parece estar ficando bloqueado”, concluiu ele.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.