F1 – Ecclestone “não inveja” o trabalho de Arrivabene

Maurizio Arrivabene e Bernie Ecclestone

Maurizio Arrivabene e Bernie Ecclestone

Bernie Ecclestone diz que não inveja o chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, por causa do desafio que ele enfrenta para reverter a situação da equipe na Fórmula 1.

A forma da Ferrari se deteriorou ao longo da temporada 2016; a organização de Maranello não venceu nenhuma corrida e perdeu a segunda colocação no campeonato de construtores para a Red Bull.

“Tudo o que espero é que a Ferrari se acerte e comece a vencer corridas”, declarou Ecclestone em uma entrevista ao site oficial da F1.

“Quando ajudei Jean Todt a assumir sua posição e ir para Maranello – o que foi um certo risco para Jean – a equipe era inteiramente italiana e eles estavam preocupados com a contratação de um estrangeiro”.

“Porém, eu lhes disse: quando vocês vencerem o campeonato, certamente encontrarão um ancestral da família de Jean que vem da Sicília”.

“Agora, a equipe voltou a ser bastante italiana. E é comandada como uma equipe italiana. Então, eu não invejo o trabalho de Maurizio. Não gostaria de estar no lugar dele”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.