F1 – Ecclestone: Já não sou bem-vindo nas corridas de Grand Prix

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018 às 9:26

Bernie Ecclestone

O ex-chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, diz que os novos donos da categoria não o querem participando de eventos de Grand Prix em 2018.

Ecclestone é oficialmente ainda “presidente emérito” da F1. No entanto, ele acredita que o novo gerenciamento instalado desde a aquisição da Liberty Media preferiria que ele não estivesse por perto.

“Tenho a sensação de que meus sucessores não querem mais me ver na pista”, disse ele à Auto Motor und Sport nesta semana.

Ecclestone disse que desaprova a abordagem da Liberty de investir fortemente na comercialização da categoria.

“É importante que as equipes se comercializem, e que os promotores promovam seu evento”, explicou. “Se a FOM competir como um terceiro, isso só é confuso”.

Ele também não é fã de suas propostas de desenvolvimento de motores após 2020.

“Eu teria descartado este motor [híbrido], foi um desastre a partir da data em que foi introduzido”, admitiu ele. “Mas há dois anos eu disse às equipes que poderiam manter o maldito motor se aumentarem o fluxo de combustível e a carga de combustível”.

As propostas da Liberty foram fortemente rejeitadas pela Ferrari. O presidente Sergio Marchionne, até ameaçou que a equipe pudesse sair da F1 se os planos avançarem. E Ecclestone não acha que essa é uma ameaça vazia.

“Sergio pode viver sem a Fórmula 1”, disse ele. “Ele só está interessado em negócios. Se Marchionne não gosta do que vê, ele irá parar”.

“Tenho medo de que a Ferrari possa viver sem a F1, mas não vice-versa”, continuou ele. “O duelo da Ferrari contra a Mercedes mobilizou os fãs”.

“[No passado] eu pedi desculpas aos promotores”, acrescentou. “Eles pagaram pela antiga Fórmula 1 e tudo o que conseguiram foi a Mercedes vencendo”.

“A Ferrari foi inteligente o suficiente para olhar para as outras equipes e trazer as melhores pessoas”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.