F1 – Ecclestone critica a decisão de acabar com as Grid Girls

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018 às 12:20

Bernie Ecclestone e Grid Girl

O ex-chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, criticou os novos proprietários da categoria por acabar com o costume de usar Grid Girls em corridas.

“Essas meninas fizeram parte do show”, disse Ecclestone ao jornal The Sun. “Os fãs adoram o glamour”.

Uma pesquisa do site F1 Fanatic realizada em 2015, quando o Campeonato Mundial de Endurance parou de usar as Grid Girls, descobriu que uma proporção maior de fãs queria que a F1 fizesse o mesmo: 45% concordaram que “a F1 deve parar de usar as Grid Girls” enquanto 36% votaram que “a F1 não deve parar de usar as Grid Girls”.

“Você deve ter Grid Girls porque os pilotos gostam delas, o público gosta deles e ninguém se importa”, disse Ecclestone. “Essas meninas faziam parte do show, parte do espetáculo”.

A Fórmula 1 juntou-se a outros esportes para cessar o costume de usar as mulheres como decoração. No mês passado, a Corporação de Profissionais de Dardo anunciou que não mais usaria mulheres para este fim em seus eventos.

Mas Ecclestone disse que os patrocinadores da F1 querem estar associados a mulheres bonitas.

“Não consigo ver como uma menina de boa aparência parada ao lado de um piloto e com um número na frente de um carro de F1 possa ser ofensiva para qualquer um”, disse ele. “Elas estão bem vestidas, eu acho que empresas como Rolex e Heineken não teriam meninas lá que não fossem apresentáveis”.

Ecclestone foi recentemente nomeado como um dos patrocinadores do Presidents Club, uma instituição de caridade que fechou na semana passada após as alegações de que as anfitriãs foram assediadas sexualmente em eventos de angariação de fundos apenas para homens.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.