F1 – Ecclestone ainda se esforçando pelo motor independente

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015 às 14:47

Christian Horner e Bernie Ecclestone

Bernie Ecclestone diz que ainda quer forçar seus planos para um motor independente a partir de 2017, apesar de a ideia ter sido rejeitada pelas equipes.

Ecclestone e Jean Todt, presidente da FIA, tinham a esperança de avançar com a ideia de um motor independente mais barato, mas não conseguiram o apoio necessário na reunião da Comissão de F1 no mês passado.

Em vez disso, as fabricantes concordaram em levar adiante um plano alternativo para garantir que os custos dos motores de clientes sejam diminuídos nos próximos anos.

Mas Ecclestone ainda pensa que o plano de motor alternativo é o melhor caminho a seguir, e quer que as regras sejam alteradas para permitir que isso aconteça.

“Nós temos que mudar as regras para permitir a introdução de um motor alternativo barato”, disse ele ao jornal alemão Handelsblatt.

“Os novos motores híbridos são simplesmente muito caros. E nós não podemos esperar”.

“Ainda acho que deveríamos ter o motor alternativo em 2017. Gostaria que as pessoas neste negócio pudessem pensar um pouco mais a longo prazo. Mas vou dar tudo de mim para a F1 continuar a ser o evento máximo do automobilismo”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.