F1 – Dirigentes admitem que o futuro do GP da Alemanha é incerto

GP da Alemanha de 2014

GP da Alemanha de 2014

Após um ano de ausência, o GP da Alemanha retorna neste fim de semana, mas o futuro do país no calendário da Fórmula 1 continua incerto.

Nurburgring foi responsável pela saída da Alemanha em 2015, e parece que o circuito continua incapaz de dar sequência ao seu esquema de alternância com Hockenheim.

“Temos um contrato para 2016 e 2018, em 2017 não é a nossa vez”, declarou Georg Seiler, chefe de Hockenheim, à agência de notícias alemã SID.

E o que vai acontecer depois de 2018 também está em dúvida, acrescentou ele. “É claro que queremos manter a F1, também pela imagem do circuito. Mas deve ser em um nível que funcione economicamente”.

O novo chefe de Nurburgring, Mirco Markfort, também expressou interesse no futuro da Alemanha na F1, mas afirmou que o problema é dinheiro.

“Nós adoraríamos sediar o GP da Alemanha, mas as condições econômicas corretas precisam estar presentes para isso”, disse ele. “Não podemos bancar a F1 a qualquer custo”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.