F1 – Comissário foi à polícia depois de ameaças por GP do Canadá

domingo, 23 de junho de 2019 às 9:20

Sebastian Vettel e Lewis Hamilton – Canadá 2019

O ex-piloto de F1 Emanuele Pirro foi atingido pelo “ataque feio da mídia” e pelas “ameaças pessoais” que se seguiram ao GP do Canadá.

O italiano Pirro, que correu 40 vezes até 1991, foi um dos comissários que deu a Sebastian Vettel a penalidade altamente controversa que lhe custou a vitória em Montreal.

“Acho que a minha vida mudou no Canadá e nunca será como antes”, disse o ex-piloto de 57 anos à rádio italiana Rai. “Eu recebi um ataque muito feio da mídia que eu realmente não desejaria ao meu pior inimigo, e ameaças pessoais que eu tive que levar à polícia”.

Pirro disse que decidiu ser comissário por seu amor ao automobilismo e à Fórmula 1. “Tentei fazer o meu trabalho, que também não é um trabalho porque não é remunerado. Eu só faço isso para ajudar o esporte a motor da maneira mais correta possível”, explicou ele.

Ele afirma que apoia a decisão de penalizar Vettel. A Ferrari pediu uma ‘revisão’ da decisão em Paul Ricard, mas a FIA a rejeitou. “O que temos que perceber é que Hamilton teve que parar para evitar Vettel. Portanto, teria havido uma ultrapassagem se ele não tivesse sido empurrado contra a parede”, comentou Pirro.

“Nós também tivemos que ver o controle que Vettel tinha de seu carro, ou seja, se o movimento foi voluntário ou não. Era essa a decisão que tínhamos que tomar. Infelizmente, no final foi ruim para todos. A vida seria linda se fosse um conto de fadas, mas não é”, acrescentou.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.