F1 – Comentários pós treinos livres – Force India – GP do México 2015

sexta-feira, 30 de outubro de 2015 às 23:13

Force India

Sergio Perez, 9º/15º colocado: Foi um dia muito especial a partir de um ponto de vista pessoal, mas meu foco permanece sobre o trabalho que temos na preparação para a corrida. O circuito é bastante desafiador e, como esperávamos, muito escorregadio. No setor do meio há uma grande oscilação com o carro e é muito difícil mantê-lo em linha reta. A altitude afeta muito os níveis de downforce, então você acaba ficando muito leve não importa que nível esteja usando. As condições são muito complicadas, mas são as mesmas para todos, por isso, temos que adaptar. Eu quero dar a todos os fãs mexicanos que vieram para a pista esta semana, algo para comemorar no domingo: foi ótimo ver tantos deles hoje e estou me sentindo otimista de que vou ser capaz de dar um bom resultado para eles.

Nico Hulkenberg, 16º/11º colocado: O circuito é definitivamente um grande desafio, mas é bom para pilotar. É muito técnico e bastante complicado fazê-lo direito. Os setores 1 e 2, após a reta, são muito sinuosos e de baixa velocidade: os níveis de aderência são muito baixos, devido ao novo asfalto, e é muito fácil cometer um erro. Estou feliz com a direção que estamos tomando: ainda há muito a ser feito para encontrar mais algum desempenho, mas estamos em um bom ponto de partida, e estou certo que analisando os dados nos ajudarão a progredir. Fomos capazes de dar muitas voltas, usando ambos os compostos de pneus, e acho que temos um bom entendimento de onde estamos antes da classificação de amanhã.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.