F1 – Comentários pós treinos livres – Ferrari – GP do Brasil 2014

sexta-feira, 7 de novembro de 2014 às 19:06

Fernando Alonso

Fernando Alonso, 4º/7º colocado: Hoje nós sabíamos que a unidade de potência tinha chegado ao fim do seu ciclo. Então, havia um risco que não iria terminar a segunda sessão, mas isso fazia parte do programa que temos feito por várias corridas. É sempre uma pena não poder usar todo o tempo disponível, embora não acho que isso afetou muito o nosso trabalho. A nova superfície da pista tinha muita aderência e foi extremamente difícil dar uma boa volta, porque o comportamento dos pneus mudava de curva a curva. Com uma nova superfície, o efeito que a chuva pode ter é sempre um fator desconhecido, por isso é impossível fazer previsões. Isso também tinha sido o caso em Sochi, mas não choveu lá, então significa que temos que estar prontos para qualquer eventualidade.

Kimi Raikkonen, 8º/3º colocado: Esta foi uma sexta-feira melhor do que os anteriores e graças ao trabalho que fizemos no carro, temos uma boa resposta das mudanças que fizemos em ambas as sessões. Na primeira sessão nos concentramos no ajuste e aerodinâmica. Por causa dos meus problemas usuais com a dianteira, nós tentamos eliminar tudo o que poderia estar causando isto. Na parte da tarde, com os pneus macios, os tempos de volta foram bons e tenho certeza que, sem tráfego, poderia ter feito ainda melhor. Por causa das bandeiras vermelhas, não fomos capazes de fazer uma simulação de corrida, mas tudo pode mudar ao longo dos próximos dias, pois a previsão do tempo é muito incerta. No seco, o carro está indo muito bem, mas sabemos que, se chover, as condições da pista poderiam mudar tudo.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.